Reserve Já

2
Situada na costa norte da ilha de São Miguel, à beira-mar, a Casa das Calhetas é uma construção do século XVIII, datada de 1723. Solarenga na traça, foi, desde sempre, casa de morgados. O morgadio das Calhetas, do qual faziam parte a Quinta, Solar e Ermida da Boa Viagem, foi instituído por escritura de doação de 12 de Novembro de 173 I e confirmado por testamento, a 17 de Maio de 1734, pelo capitão António do Rego e Sá, filho do capitão Nicolau da Costa d' Arruda Botelho, um dos primeiros povoadores de São Miguel.
A moradia tem uma estrutura arquitectónica das casas abastadas do meio rural açoriano da época, com jardim de estilo inglês, com lago e campo de cróquete. O pátio interior, em pedra de lavoura, possui uma escadaria dupla de estilo colonial espanhol. No primeiro andar situa-se a parte nobre da casa onde se encontram os quartos, a sala de jantar, uma sala de estar e a biblioteca, sendo os soalhos em madeira de pinho resinoso e os tectos em estuque, com estrutura acaixotada. Neste piso existem dois "halls" com soalho em pedra de lavoura, lareira com azulejos da Lagoa e cozinha com acesso directo aos alpendres.
Todas as salas têm varanda em ferro fundido com vistas para a bala da Ribeira Grande. As vistas para norte e nordeste oferecem um cenário impressionante sobre o Atlântico, a costa norte da ilha e a serra da Lagoa do Fogo, enquanto as vistas para sudoeste desvendam um cenário que inclui o único convento de clausura dos Açores e o jardim da casa. O edifício tem várias adegas, onde se fazia antigamente o vinho, com estrutura típica das adegas da Ribeira Grande.

Equipamentos

Aquecimento centralEstacionamentoFala-se Espanhol
Fala-se FrancêsFala-se InglêsInternet
JardimLareiraPasseios a Pé
Provas de VinhosTVWi-Fi

Alojamento

0 x Quarto duplo
2 x Quarto single

This will be replaced with the Google Map.

Mais Informação

Outras Ofertas

Loading...